domingo, 28 de março de 2010

Blow-Up

Russ Meyer



João Antônio

João Antônio,

Jornalista e escritor, criador do conto-reportagem no Brasil. Conheci seu trabalho agora. Desconhecido para muitos e citado na revista Vice como o "melhor escritor que já existiu", o cara merece ser lido e ter sua biografia pesquisada por quem gosta de boa leitura (esgotada, se der sorte de achar em sebos..). Se tornou conhecido por retratar o cotidiano de personagens marginais, moradores do submundo. Tem ritmo, descreve tão bem que é como se a cena, todo o enrredo acontecesse bem na sua frente, o leitor é convidado a encarar Rita, Odete, as ruas da cidade e tudo mais que as histórias de João podem apresentar.
Tive a sorte de ser iniciada na leitura do cara com o conto " Um dia no Cais", publicada na revista
Vice, edição de ficção de fevereiro desse ano. Muito foda.

Ta aí! Um pouco do bom texto de João Antônio!





"Diz e confirma: um escritor escreve. Ponto. Vale pelo texto e não por declarações, aparências ou posses. Desde cedo, escolhe convivências e vira porta-voz do zé-povinho, arraia-miúda, dos pontos-de-dose, bilhares, prostíbulos. Não se orgulha do sustento conquistado por mais de um ano aos treze, com dona acima dos trinta? Não será visto em vernissages, lançamentos, festas em coberturas da zona sul. Vai para a zona norte, freqüenta samba de subúrbio ou botequins de Copa e do Centro, lugares de assiduidade dos de lá ou dos descidos do morro. São os que não conseguem pôr esse no real e contam centavos. Só entra quem sabe preço de ônibus e pãozinho. João Antônio entendia sua lida e fez questão de manter distância geográfica dos literatos e da literatura que se diz brasileira, desconhecendo e insistindo em ignorar nosso povo e a pobreza."



Paulo Maldonato

quarta-feira, 3 de março de 2010

poster


Calcanhotto

O nosso amor não vai parar de rolar
De fugir e seguir como um rio

O nosso amor não vai olhar para trás
Desencantar, nem ser tema de livro

A vida inteira eu quis um verso simples
Pra transformar o que eu digo

Num segundo teu no meu
Por um segundo mais feliz

Manara




terça-feira, 2 de março de 2010

você



Procure alguém que te olhe nos olhos. Que sinta o maior prazer do mundo em falar com você por apenas alguns minutos no telefone. Que durma cheirando a sua nuca. Que com um abraço te tire do chão. Que te mande mensagens apaixonadas a qualquer hora do dia e sempre te surpreenda. Que faça planos de uma vida com você. E te fale que você é especial e o máximo. Que te olhe querendo arrancar sua roupa. Que sinta a sua falta. Que te valorize. Que escute uma música e lembre de você.Que tenha você sempre por perto, mesmo com as distâncias geográficas. Que se interesse pelos seus assuntos. Que te agarre e beije sempre. Que demonstre que você o faz feliz. Que se sinta um cara de sorte por tê-la. Que te queira bem . Que queira dividir. Que faça uma música pensando em você. Que seja louco de tesão . Que adore seu cheiro. Que te acha linda. Que agradeça por ter encontrado você. Que te considere o maior amor . Alguém que te ame.

Felicidade se encontra nos gestos mais simples, um abraço seu e minha vida se multiplica!



Todos os dias
Diferentes dias
Você me faz feliz

Higor eu te amo!

Júlia



Catei colo
E o mar parou
Fui deitando
Pra perguntar
Nome, bairro
Amigo, amor
De onde vem
Parar o mar
Seu sorriso
Bateu aqui
'Inda posso
Me apaixonar


Quero tanto você
Mar aberto
Mar adentro
Mar imenso
Mar intenso



Caetano Veloso